Vinho do Porto Adelaide Tributa 1866 Quinta do Vallado

Quinta do Vallado

Vinho do Porto Adelaide Tributa 1866 Quinta do Vallado

Aroma:

Este extraordinário Vinho do Porto apresenta logo ao olhar uma cor extremamente sedutora que faz lembrar âmbar ou mesmo mogno, com laivos esverdeados quando o copo é agitado, sinal claro e evidente da idade do vinho. O aroma é altamente complexo e rico com inúmeras nuances de frutos secos (figos, amêndoas, ameixas), licores, iodo, especiarias, nunca deixando de ser fresco e harmonioso.

Prova:
Com a prova o vinho torna-se sublime. Extremamente rico, untuoso, concentrado, denso mas com uma acidez em perfeita sintonia que confere um final de boca explosivo e infindável, parecendo que o vinho não se quer ir embora. Estamos perante um vinho único, muito raro; logo após a 1ª prova se decidiu que não deveria ter qualquer correcção ou "refresco", e por isso foi engarrafado exactamente nas condições em que estava.

O elevado grau Baumé (13,7) foi desde logo uma indicação da sua provecta idade. De facto, e de acordo com relatos fornecidos, este vinho não foi objecto de qualquer atesto, pelo menos, nos últimos quarenta anos. 

Provém de um lote original de cinco pipas de castanho, que por concentração através dos tempos, num ambiente extremamente favorável, deu origem a apenas duas pipas de 550 lts.

Estágio:
Este vinho estagiou grande parte da sua longa vida em cascos de 600 l de capacidade. 

Ano de produção:
1866, segundo os registos do produtor.

Castas:
Este vinho foi elaborado a partir de vinhas pré-filoxéricas e, como tal, com uma mistura de variedades típicas da região do Douro: Tinta Roriz, Tinta Amarela, Touriga Franca, Barroca, Touriga Nacional e muitas outras. 

Álcool: 19,5º

Grau Baumé: 13,7º

Engarrafamento: Foram engarrafadas 1.300 garrafas de 75cl, todas elas numeradas.

Prémios / Referências:
• "Robert Parker" - 2013 - 99 Pontos
• "Wine & Spirits" - 2014 - 96 Pontos
• "Revista de Vinhos" - 2015 - 19.5 Pontos





Itens Relacionados