PORTES GRÁTIS para Portugal Continental em compras superiores a €100

0

O Seu Carrinho está Vazio

Niepoort

Vinho do Porto LBV 2012 . Niepoort

Vinho do Porto LBV 2012 . Niepoort

Este é talvez o mais icónico dos nossos Portos. Dirk Niepoort chama-lhe o “irmão mais novo” do Vintage, uma vez que a proveniência das uvas e os métodos de vinificação são semelhantes. São ambos feitos a partir de uma selecção de Vinhos do Porto tintos encorpados e de grande qualidade, provenientes de um único ano.

O tempo de estágio a que o LBV está sujeito, quatro anos, permite que se apresente amadurecido e arredondado, podendo ser bebido jovem, logo após o seu engarrafamento.

Para apreciar as suas qualidades em pleno, recomendamos decantar antes de servir.

Óptimo com queijos amanteigados, queijo azul suave, sobremesas de chocolate amargo ou com um bife pimenta.

VINIFICAÇÃO

2012 foi marcado pela falta de chuva na região do Douro. Como resultado, o ciclo vegetativo da videira começou, em média, 15 dias mais tarde do que nos anos anteriores. Por outro lado, o inverno de 2012 também viu temperaturas muito baixas, o que resultou num bom e equilibrado crescimento da vegetação.

O período de maturação não era tão quente como de costume, criando um bom equilíbrio da acidez total dos mostos de uvas. Todas as uvas para o LBV 2012 foram provenientes de vinhas velhas na região do Cima Corgo do vale do Douro.

Colheita ocorreu durante o mês de setembro e depois de cuidadosa seleção na tabela de classificação, as uvas esmagadas e hastes foram directamente canalizados para "lagares" de granito e pisadas antes da fortificação.

Depois de alguns meses de inverno frio no Douro, os vinhos foram transportados no início de 2013 às caves em Vila Nova de Gaia, envelhecido em grandes tonéis de madeira e engarrafado no quarto ano - uma tradição na Niepoort para manter a frescura dos vinhos.

NOTAS DE PROVA

Aparência vermelha brilhante com alguns tons de tijolo vermelho na borda com um aroma refinado de cerejas, juntamente com um caráter floral perfumado fino e excelente finesse.

Essencialmente, o vinho é elegante em estilo, mas o paladar é um pouco como um enigma - inicialmente, a fruta e elegância no aroma vem através no palato, mas com baixo extrato, mas soberbamente equilibrado e fresco, é um pouco robusto, firme e com um acabamento tânico seco, será interessante ver essa idade do vinho, sem dúvida, de uma forma elegante.

INFORMAÇÃO TÉCNICA

Região: Douro

Castas:Touriga Nacional, Touriga Franca, Tinto Cão, Tinta Francisca, Tinta Amarela, Sousão, Tinta Roriz e outras

SUGESTÃO DE ACOMPANHAMENTO:Sobremesas de chocolate, especialmente amargo. Queijos Cheddar, Gouda e Brie. A acompanhar pratos condimentados de carne vermelha, caça, cordeiro, vitela e bife-pimenta.

TUDO O QUE NUNCA PENSOU QUE PRECISARIA.