PORTES GRÁTIS PARA PORTUGAL CONTINENTAL EM COMPRAS SUPERIORES A €100

Vinho do Porto VV Old Tawny . Niepoort

Niepoort

Vinho do Porto VV Old Tawny . Niepoort

Parabéns à Niepoort pelos seus 170 anos!

Para comemorar esta data, decidiu-se engarrafar 999 garrafas do “novo” velho VV,

onde se procurou conjugar a concentração e a riqueza do VV original com um refinamento e pureza que cada vez mais caracterizam os vinhos Niepoort. Deste modo, a base que constitui este "blend" é um vinho fino de 1863, de altíssima qualidade, que envelheceu primorosamente até 1972 em pipas, tendo sido depois “engarrafado” em demijohns.

Os vinhos raros e ancestrais que fazem parte deste lote, conjugados com o envelhecimento em demijohns, tornam este vinho único e com um enorme potencial de aperfeiçoamento em garrafa.

O VV foi criado pelo avô de Dirk Niepoort (Eduard Marius van der Niepoort) no início do século XX. Eduard Marius tinha uma grande paixão e empenho na qualidade e, como tal, quis fazer o melhor Tawny do mundo e chamar-lhe simplesmente VV - Vinho Velho. Acabou por se tornar num vinho mítico e por muitos considerado o melhor Tawny jamais feito. O lote original era, tal como o novo, feito com base em vinhos pré-filoxéricos, muito concentrado e com "ilimitada longevidade". O novo VV procura ser tudo isto, mas ainda mais preciso, equilibrado e longo. É um vinho feito a pensar nas gerações vindouras, e com o objectivo de demonstrar a intemporalidade do grande Vinho do Porto. In Porto Veritas.

Comentário de Rolf Niepoort:

"Este VV nada tem a ver com o VV dos anos 50, que era um vinho envelhecido na região demarcada do Douro. O actual VV é um vinho do Porto 100% envelhecido em Vila Nova de Gaia, um autêntico Tesouro, único pela sua raridade e qualidade."

VINIFICAÇÃO

A base que constitui este "blend" é um vinho fino de 1863, de altíssima qualidade, que envelheceu primorosamente até 1972 em pipas, tendo sido depois “engarrafado” em demijohns.

Os vinhos raros e ancestrais que fazem parte deste lote, conjugados com o envelhecimento em demijohns, tornam este vinho único e com um enorme potencial de aperfeiçoamento em garrafa.

NOTAS DE PROVA

Cor castanha/mogno profunda, com reflexos verde-azeitona. Aspecto límpido, cristalino, com lágrima marcada de forma evidente.

No nariz, uma explosão de grande intensidade e concentração. Sedoso e envolvente, vai transmitindo em sequência aromas de fruto seco, fruto em passa, mel, fumo de lareira, folha de charuto e café.

Na boca, o vinho envolve todo o palato com sabores ricos e deliciosos, aliados a uma acidez vibrante, resultando num vinho intenso mas ao mesmo tempo com uma frescura apreciável.

O final é longo, muito longo e agradável.

Vinhos perfeitos não existem? Não devem existir! Porque é sempre possível fazer melhor… Mas o novo VV estará muito próximo da perfeição…

INFORMAÇÃO TÉCNICA

Região: Douro

Álcool (%): 20.5

Ph: 3.75

Acidez Total (G/DM3): 7.14

 


Colecções: Vinho do Porto

Categoria: douro, niepoort, tawny, vinho do Porto

Tipo: Vinho do Porto




Itens Relacionados