0

O Seu Carrinho está Vazio

Alves de Sousa

Vinho Tinto Abandonado Alves de Sousa

Uma vinha a passar os 80 anos de idade, com várias falhas derivadas de um parcial abandono durante alguns anos. Numa zona de intensa exposição e com enormes afloramentos de xisto à superfície onde nem uma única erva subsiste. As gentes da Quinta depressa a apelidaram de “Vinha do Abandonado”. Durante anos tentamos recuperar a vinha e replantar as videiras desaparecidas. Até que desistimos. Apesar de todo o nosso cuidado apenas as cepas mais velhas eram capazes de subsistir em condições tão extremas. Em 2004 decidimos isolá-la pela primeira vez na adega da Quinta da Gaivosa. Revelou imediatamente uma personalidade e carácter únicos. Decidimos engarrafá-lo em homenagem às igualmente únicas vinhas velhas do Douro, que um dia desaparecerão. Hoje as celebramos.

Notas de Prova:Cor rubi profunda. Grande complexidade e frescura aromática, com invulgares notas balsâmicas e de alcatrão, alcaçuz e frutos pretos, típicas da vinha do Abandonado. Boca plena de harmonia, com intensidade mas também delicadeza, mineralidade e uma extraordinária pureza da fruta. Sente-se o xisto dos solos, a floresta circundante, a frescura da altitude, numa pura expressão da natureza da vinha. Um exercício de pura elegância e classe de uma das mais icónicas vinhas do Douro e de Portugal.

Castas: Tinta Amarela Touriga Franca, Touriga Nacional, Sousão, outras (20 castas autóctones)

Teor Alcoólico: 14.5º

Capacidade: 75cl

Prémios/Distinções: 19 pts Revista de Vinhos.