PORTES GRÁTIS PARA PORTUGAL CONTINENTAL EM COMPRAS SUPERIORES A €100

Conhece o ritual com que se serve um Porto Vintage?

fevereiro 09, 2016

Um bom Porto Vintage como o da Quinta Nova deve ser decantado antes de servido e dita a tradição que há rituais a cumprir. Um deles determina que a distribuição do néctar deve seguir o sentido dos ponteiros do relógio, outro evoca um bispo para contrariar a soberba e pelo meio quase que há lutas de guerreiros também.

 17-12-2015

Servir um bom Porto Vintage tem procedimentos próprios que ajudam a valorizar o conteúdo desse néctar raro e é ao anfitrião do encontro que compete iniciar a tarefa, uma vez decantado o precioso vinho.  

Para começar, há que colocar o decanter à direita do anfitrião. A partir daí, o procedimento será sempre o mesmo para todos os convivas: eleva-se o decantador à direita e faz-se passá-lo para a pessoa que se encontre à esquerda na mesa. Essas escolhas poderão parecer arbitrárias, mas têm justificação: se o decanter repousa à direita é porque esse é o lado mais favorável ao seu manuseio pela generalidade das pessoas, já que a maioria da população mundial é destra; se a peça depois circula para a esquerda, "no sentido dos ponteiros do relógio", é porque essa instrução é fácil de memorizar e garante que todos serão servidos antes de o decanter regressar ao anfitrião do encontro.

Neste segundo caso, há ainda uma outra teoria para quem gosta de argumentações históricas mais romanescas: alguns estudiosos defendem que a tendência para fazer circular o vinho pela esquerda surgiu da necessidade de a mão direita ficar sempre disponível para a eventual necessidade de desembainhar uma espada. O vinho pode toldar o julgamento, portanto, mas nem por isso fará baixar a guarda.

E o bispo de Norwich?

Já no que se refere ao usufruto do Vintage, o que acontece é que, por soberba ou distração, o decantador poderá permanecer por demasiado tempo junto a um determinado conviva. Nesse caso, não há que estranhar se ouvir alguém perguntar-lhe: "Por acaso conhece o bispo de Norwich?".

A expressão tem origem na figura verídica do clérigo Henry Bathurst, que, entre 1805 e 1837, foi bispo de Norwich, no Reino Unido. Tendo vivido até aos 93 anos, esse religioso chegou a uma certa altura da vida em que adormecia à mesa no final das refeições e, para grande consternação dos restantes convivas, interrompia assim a circulação do vinho que repousava à sua direita. Ora num tempo em que não era de bom-tom acordar o senhor ou dirigir-lhe um reparo franco, o bispo ficou conhecido por repetidas vezes obstruir a partilha vínica e, porque o reconheciam como um bon vivant, há quem ainda questione se o faria por real descuido da idade ou por dissimulada intenção de vencer os seus companheiros pelo cansaço e assim se apoderar de algumas doses extras de Porto.

Agora, perante todas estas versões da história, resta apenas uma pergunta: não acha que é uma boa altura para convidar os amigos e os deslumbrar com o Porto Vintage da Quinta Nova?

in www.quintanova.com

Vinho do Porto Quinta Nova da Nossa Senhora do Carmo





Deixe um comentário

Os comentários serão aprovados antes de serem apresentados.