PORTES GRÁTIS para Portugal Continental em compras superiores a €100

0

O Seu Carrinho está Vazio

Fonseca

Vinho do Porto Guimaraens Vintage 2015 Fonseca

Vinho do Porto Guimaraens Vintage 2015 Fonseca

A VINDIMA DE 2015, ANO DO BICENTENÁRIO DA FONSECA, PRODUZIU UM VINTAGE GUIMARAENS EXCECIONAL, EXPRESSIVO E ACESSÍVEL MAS COM O VIGOR NECESSÁRIO PARA ASSEGURAR UMA LONGA VIDA EM GARRAFEIRA.

Notas de Prova:
Cor púrpura opaca, quase negra, com uma auréola roxa muito estreita. Clássico nariz Fonseca, com aroma intenso, quase inebriante, de frutos silvestres. O frutado é poderoso mas ao mesmo tempo muito fino e complexo. Os aromas densos de amora e cassis são as notas de base para os perfumes mentolados e balsâmicos de ervas aromáticas e o carácter resinoso de esteva.

Notas discretas de madeira exótica, alcaçuz e pimenta preta conferem uma dimensão adicional de complexidade. O paladar é construído à volta de um núcleo denso de frutos negros e os taninos, com a sua trama densa e cerrada, proporcionam ao mesmo tempo estrutura e volume. Os aromas de framboesa e ameixa acrescentam frescura e leveza ao final longo e exuberante. A vindima de 2015, ano do bicentenário da Fonseca, produziu um Vintage Guimaraens excecional, expressivo e acessível mas com o vigor necessário para assegurar uma longa vida em garrafeira.

Notas do Ano:
O ano vitícola será recordado como invulgarmente seco e as propriedades da Fonseca no Pinhão registaram uma precipitação inferior a umterço quando comparada com a média dos últimos dez anos. O tempo manteve-se seco até ao início da primavera, originando uma colheita sem qualquer sinal de doenças, apesar do rendimento ter sido inferior.
Devido às condições atmosféricas e ao calor do início do verão, o pintor começou mais cedo levando a uma maturação precoce. No fim de julho e durante o mês de agosto, as condições mantiveram-se estáveis, sem picos de calor. A maturação manteve-se equilibrada e por altura da vindima a colheita estava em condições excelentes, com cachos perfeitamente sãos. Dada a maturação antecipada, as primeiras uvas estavam prontas para vindimar, com excelentes níveis fenólicos e de açúcar, logo no fim da primeira semana de setembro. Assim, a vindima começou no dia 12 na Quinta do Panascal, no vale do Távora, com as noites frescas a permitirem fermentações equilibradas e períodos longos de extração.
A vindima foi, contudo, suspensa brevemente durante os dias 15 e 16 por causa da chuva forte. Apesar das condições climatéricas perfeitas terem regressado logo a seguir, a vindima nas propriedades do Cruzeiro e Santo António, foi adiada até ao final do mês. Foram feitos vinhos excelentes até ao fim da vindima, no início de Outubro.

James Suckling - 93 Pontos
"Um Fonseca seguro e corajoso, bastante encorpado. Taninos vigorosos e musculados, num final de boca longo e poderoso. Frutos silvestres mirtilos e amoras, notas minerais lembrando sílex. Ligeiramente doce. Melhor em 2019."

José João Santos / Revista de vinhos - 18,5 Pontos
"Purpura. Assertivo e sedutor, releva toque de compota de frutos vermelhos e de chocolate negro. Conquista qualquer um logo a seguir, mostrando grande dimensão, mas sempre sem cometer excessos. É impossível não se lhe gabar a pose. O final, saboroso, perdura minutos. Mas serão muitos os anos que terá pela frente."

João Afonso / Vinhos Grandes Escolhas - 18 Pontos
Feito a partir de 6 componentes finais. Fruto copioso de cereja, ginja, leve balsâmico mentolado, flores de violeta. Tudo fino elegante e muito fresco. Na boca mostra um corpo mediano e muito elegante, taninos fortes e finíssimos, perfil longilíneo, meio doce com final muito longo, mais charmoso que potente.

* Caixa de Madeira Incluída

TUDO O QUE NUNCA PENSOU QUE PRECISARIA.